Líder muçulmano pede a “destruição de todas as igrejas”

600O sheik da Arábia Saudita Abdul Aziz bin Abdullah, o grão-mufti do país e maior autoridade religiosa, afirmou que se faz “necessário destruir todas as igrejas da região”, durante uma reunião com líderes políticos do Kwait, segundo informações do portal RT. Essa declaração do líder muçulmano se referia às igrejas existentes no Kwait, pois na visão do sheik, o país pertence à Península Arábica, e há uma ideia no islamismo de que não pode haver outra religião naquela região senão a muçulmana.